Chocólatras Online

um blog para quem adora chocolate
4

Chocolate “fair trade” (comércio justo)

Chocolate “fair trade” é aquele produzido com cacau comprado conforme condições justas de comercialização. Infelizmente grande parte do cacau produzido no mundo não é cultivado e comercializado de forma justa, assim como vários outros produtos como café e açúcar. Os preços baixos pagos aos agricultores e as péssimas condições de trabalho impedem o desenvolvimento das comunidades envolvidas no cultivo destes commodities.

O Fair Trade é um movimento internacional para garantir que pequenos fazendeiros e cooperativas agrícolas de países em desenvolvimento recebam um preço justo por sua colheita e possam se desenvolver, usando práticas de plantio ecologicamente corretas, implementando padrões de trabalho justo e investindo na educação em suas comunidades.

É chocante descobrir as condições de trabalho em parte das plantações de cacau no mundo, principalmente na Costa do Marfim e Gana. O chocolate é doce para nós, mas existe um lado muito triste na produção do nosso doce preferido: o trabalho infantil, e não raro, em regime de escravidão. Crianças que são compradas para trabalharem no cultivo do cacau são o foco do documentário The Dark Side of Chocolate. Está em inglês e é longo, mas vale a pena ver. Se quiser mais detalhes leia também Is there slavery in your chocolate? (em inglês ou a versão traduzida pelo Google Translate). Tanto o vídeo quanto o post são de 2010. Vale ressaltar que de lá para cá, algumas empresas, grandes e pequenas, tem se mexido no sentido de resolver este problema.

 

trabalho infantil em fazenda de cacau

 

Como saber se um chocolate é Fair Trade

Existem várias organizações que certificam os produtos fair trade (comércio justo) no mundo. Os chocolates acima tem os selos da Fairtrade International, da Fair Trade USA e da Fair For Life, mas não se espante se você ainda não viu um selo destes por aí. De acordo com a International Cocoa Organization, com dados de janeiro de 2015, apenas 0,5%  do cacau é vendido com selo fair trade.

 

Fairtrade logo
Fair for Life logo
Fair Trade USA logo
UTZ Certified logo
WFTO logo

As regras para obtenção dos certificados e selos de comércio justo diferem um pouco entre as entidades, mas no geral o objetivo é a ética e o respeito ao ser humano e ao meio ambiente. A World Fair Trade Organization (WFTO) lista os princípios que as empresas devem seguir na compra do cacau e outros commodities:

  1. Criar oportunidades para os produtores economicamente desfavorecidos
  2. Transparência e prestação de contas
  3. Práticas comerciais justas
  4. O pagamento de um preço justo
  5. Garantir  que não exista trabalho infantil e trabalho forçado
  6. Compromisso com a não discriminação, igualdade de gênero e liberdade de associação
  7. Assegurar boas condições de trabalho
  8. Fornecimento de capacitação
  9. Promoção Trade Fair
  10. Respeito ao meio ambiente

Leia os detalhes de cada item em 10 Principles of Fair Trade.

Perceba que a falta do selo não quer dizer “comércio não justo”, pois muitos produtores de cacau não podem pagar pelas certificações ou não conseguem atender a 100% das exigências. Além disso, há fabricantes de chocolates que negociam diretamente com os produtores de cacau em condições justas, sem o uso do selo de certificadora. Um exemplo é a americana Taza, que indica na embalagem o termo “Direct Trade” e explica no site como o sistema funciona no caso dela.

Taza Stone Ground

Fair Trade no Brasil

Os chocolates mostrados no início deste post não são vendidos no Brasil (exceto o Zotter). Foram comprados nos Estado Unidos, a maioria na rede Whole Foods. Então agora você me pergunta: onde comprar chocolate fair trade no Brasil? Bom, não tenho conhecimento de chocolate brasileiro certificado como fair trade (não quer dizer que não existe!). Quanto aos inportados:

  • A austríaca Zotter produz chocolates orgânicos fair trade e vende online no Brasil. Veja nosso post sobre a Zotter.
  • Os chocolates da suiça Stella estão à venda na Casa Santa Luzia, alguns com selo Fairtrade International e outros UTZ.

Se você conhece algum chocolate fair trade disponível no Brasil, nos conte por favor, deixando seu comentário neste post.

No final das contas, o chocolate feito com cacau fair trade é mais caro, claro, mas vale a pena, pois é um indicativo que as pessoas envolvidas no cultivo daquele cacau estão sendo tratadas com respeito.

Bom seria se o comércio fosse justo naturalmente, pelo bom senso de pessoas envolvidas, sem a necessidade de certificações e selos, né?

 

Para receber dicas do mundo dos chocolates, assine a NEWSLETTER CHOCÓLATRAS ONLINE!

8 Comentários sobre
“Chocolate “fair trade” (comércio justo)”
  • Olá, fiquei muito feliz de encontrar essa conscientização na internet, e sem querer!
    Obrigada pelas informações, muito rico seu site!

    Gostaria de complementar que também temos que tomar cuidado com o sistema de distribuição que podemos estar financiando ao comprar online. É muita coisa a se preocupar se não quer causar mal a alguém do outro lado do mundo que sequer conhecemos! É bem como disse… “Bom seria se o comércio fosse justo naturalmente”!

  • Excelente post. E é conteúdo maravilhoso de falar de um alimento revigorante e prazeroso. Obrigado pelas informações e eu comecei aprofundar sobre o cacau e o chocolate a partir desse documentário que posteriormente, me levou a compreender sobre mais esse vício que eu tenho de comer chocolate a todo instante. Sempre aprofundado tanto nas informações e no paladar. Continue assim!

  • Uau !

    me ajudou a entender melhor. Irei apresentar na faculdade sobre esse assunto na aula de ética.

    Obrigada.

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.