Chocólatras Online

um blog para quem adora chocolate
4

Porcentagem de cacau: o que entra nela e qual é a mínima necessária

Manteiga de cacau, cacau em pó, nibs, massa, liquor de cacau… o que entra na conta da porcentagem de cacau de um chocolate? E qual é o mínimo de cacau que um chocolate precisa ter para ser chamado de chocolate?

A porcentagem de cacau num chocolate é a soma de todos os derivados de cacau que tem naquele chocolate em peso dividido pelo peso de todos os ingredientes.

Os derivados de cacau que podem aparecer na lista de ingredientes de um chocolate são:

  • Cacau (o chocolate não é feito da fruta toda, mas alguns fabricantes colocam o cacau como ingrediente)
  • Grãos ou amêndoas de cacau (são sinônimos, e são as sementes depois de fermentadas e secas)
  • Nibs de cacau
  • Massa, liquor ou pasta de cacau (são sinônimos e é o resultado dos nibs moídos)
  • Manteiga de cacau
  • Cacau em pó

Veja cada um deles nesse vídeo.

 

 

Atenção! a porcentagem de cacau só considera aquilo que vai na mistura da massa do chocolate. Naquelas barras que tem nibs como inclusões, que são acrescentados depois da barra pronta, estes nibs que não são moídos e não fazem parte da massa não são considerados na porcentagem do cacau. Por isso, tem empresa que vende chocolate com 101 ou 102%, que seria um chocolate com 100% de cacau mais 1 ou 2% de nibs de cacau como inclusão.

A porcentagem mínima de cacau em um produto para ser chamado de chocolate no Brasil é de 25% (Anvisa – Resolução RDC 264, de 22 de setembro de 2005). Pouco, né? Na Europa ela é de 35%.

 

 

 

 

Para receber dicas do mundo dos chocolates, assine a NEWSLETTER CHOCÓLATRAS ONLINE!

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.